Goiânia, Terça, 23 de Janeiro de 2018
Segunda, 18 Dezembro 2017 16:55

INFORMATIVO CNE/ACT.2017/2018   Nº 007/2017,  Brasília (DF), 07 de dezembro de 2017.                                                                              

                                                                                 

 

ASSUNTO:  ACT-  2017/2018

 

  

Prezados colegas,

 

Comunicamos a todos os empregados da Conab, que a Comissão Patronal em reunião com a Comissão Nacional dos Empregados - CNE, realizada ontem (06/12), objetivando discutir a Pauta de Reivindicação para o Acordo Coletivo de Trabalho da Conab – 2017/2018, o Diretor da Conab, Marcus Luiz Hartmann, apresentou uma contra proposta patronal, por meio da CARTA DIGEP nº 011/2017, de 05/12/2017, conforme anexa, onde inicialmente expõe a situação econômica do pais e da administração pública, colocando a Conab como empresa pública dependente do Tesouro Nacional, que não possui receita própria e que se encontra com dificuldades para equilibrar o orçamento. Em seguida apresenta seguinte proposta:

 

amanutenção da data-base em 1º de setembro de 2017 com a aplicação das normas trabalhistas vigentes a época;

b. manutenção das cláusulas sociais do Acordo Coletivo de Trabalho vigente (2016/2017); e

c. manutenção dos patamares atuais de remuneração e demais benefícios previstos no Acordo. (REAJUSTE SALARIAL ZERO).

 

A Comissão Nacional dos Empregados, descordou da proposta de reajuste salarial zero, ou seja letra “c”. Ao mesmo tempo esclareceu a Comissão Patronal que são reais as dificuldades financeiras e orçamentarias em que passa os órgãos públicos, mas que com todas as dificuldades, alguns órgãos já concederam reajuste aos empregados este ano e/ou fizeram alguma compensação em troca do reajuste salarial, sem suprimir direitos/benefícios conquistados ao longo dos anos pelos trabalhadores. Por outro lado, é sabido que a política de reajuste zero este ano, divulgada pelo Secretário da SEST, Fernando Antônio Ribeiro Soares, são direcionadas para as empresas públicas que se encontram em plena recuperação organizacional, o que não é o caso hoje da Conab. Além de que a Conab este ano, teve uma economia no orçamento muito significativa, com a saída de 1.117 empregados, por meio do Programa de Demissão Voluntária – PDV, chegando a economizar patamares financeiros considerados na folha de pagamento e demais benefícios mantidos por força do ACT, a exemplo do Sistema de Assistência a Saúde - SAS, exames médicos periódicos, entre outros.

 

Por fim, a Comissão Nacional dos Empregados informou a Comissão Patronal que irá avaliar a proposta e apresentar uma contra proposta na próxima semana.

 

 

 

COMISSÃO NACIONAL DOS EMPREGADOS DA CONAB PARA O ACT 2017/2018

    

 

 

 

Lido 178 vezes
Av. Meia Ponte, n.2748, Setor Santa Genoveva - Goiânia - GO / 62 3204-6599 / E-mail: contato@asnabgo.org.br
© 2018 - Associação Nacional dos Empregados da CONAB (ASNAB-GO) - Todos direitos reservados